No ‘Sabe de Nada João das Neves’ da semana, Razuchi e Luiz falam do 2o episódio da 5a temporada de GoT. Vão falar muita merda enquanto conversam sobre a Arya, o Tyrion e a falta que nos faz os seios da Emilia Clarke na série (depois que virou Sarah Connor, no más peitchos… :(…). Enfim, não sei mais do que falar, Emilia Clarke é legal…

Não esquece de:

Seguir no Twitter:
@FarandolaCrew
@LuizoAbreu
@RazuchiTV

Entrar no grupo:
www.facebook.com/groups/farandolacrew/

Assinar nosso feed:
http://feeds.feedburner.com/FarandolaCrew

Farandola Crew no iTunes:
https://itunes.apple.com/br/podcast/farandola-crew/id838690479

Cru 3 capa

Nestas fitas vindas diretamente do futuro do pretérito, Google nós apresenta para uma nova geração que ainda esta descobrindo a nossa existencia.

Nesta gravação: Filipe e Muscario discorrem um pouco sobre como deve ser o negócio de delivery do futuro e destroem toda a humanidade no caminho.

Facebook:

www.facebook.com/muscario.xavier

www.facebook.com/filipepohrendasilva

Twitter:

https://twitter.com/Muscarito

https://twitter.com/RazuchiTV

Entra lá no grupo também o lanfranhudo:

https://www.facebook.com/groups/farandolacrew/

Sem Título-1

Saímos de casa atrasados, para variar, e corremos ao ponto de ônibus.

Pergunto à Glória:

– Que horas são?
– Quatro e vinte, pra quem tinha marcado as três estamos só uma hora e vinte atrasados.
– A gente sempre se atrasa.
– Acontece.
– É… Eu tava pronto na hora.
– Então com “a gente” tu quis dizer eu?!
– Cadê esse ônibus? A gente vai chegar lá só no final.
– Vamo pega um táxi então.
– Não, agora vamo espera! Não vamo joga dinheiro fora!
– Tá…
– COMO É QUE NÃO TEM ÔNIBUS DOMINGO NESSA MERDA!
– Vamo pega a porra do táxi – ela acena para o táxi.
– Não praqu…
– Agora eu já chamei.

O táxi pára, entramos. O taxista, que usava roupa social, pergunta:

– Para onde?
– Pro anfiteatro Pôr do Sol, por favor – diz ela

Silêncio mortal.

Olho para a Glória no banco de trás.

– Desculpa por ser tão reclamão.
– Tudo bem. Desculpa me atrasar.
– Sério, eu sempre me atraso também e fico reclamando.
– Tudo bem, sério, agora a gente já ta indo.
– Te amo.
– Te amo.

Silêncio mortal.

– Vocês preferem ir pela perimetral ou por dentro? – o taxista formalmente pergunta.
– Melhor ir por dentro, até porque a faixa vai ta engarrafada né – respondo-o.
– Acredito que sim.
– Até por que hoje teve protesto dos coxinhas.
– Sim. E teve o coxinhaço também na cidade baixa – acrescenta Glória.
– Coxinhaço?
– Sim eles assaram umas galinhas lá na CB pra protestar contra os coxinhas.
– SÉRIO ISSO?!
– Sim.
– CARALHO! Aí sim hein? Esse é um protesto que vale a pena, pensa bem, tu pode ou ficar andando de um lado pro outro com um monte de tonto ou comer um churrasco de graça, eu não ia querer outro protesto.
– É mas não é de graça, o pessoal se juntou e cada um levou uma coisa.
– Mesmo assim.

Silêncio mortal.

– Que horas são? – pergunto.
– Quatro horas e meia – prontamente responde o taxista andróide extremamente polido.
– Tamo atrasado pra Ivetinha da Alegria e o Criolo Doido aliás, tu já penso numa coisa?
– O que? – pergunta a Glória.
– Esse show vai ser a junção dos coxinhas e dos petralhas em uma grande festa de confraternização.
– É verdade vai ter a Ivete e o Criolo.
– SIM! Ivetinha da Alegria denominada de vulcão, a cantora preferida de nove entre dez coxinhas, junto com o Criolo Doido que é o maluco preferido de nove entre dez petralhas,
cantando Tim Maia juntos. TIM MAIA, O SÍNDICO DO NOSSO BRASILSÃO!
– Imagina os petralhas e os coxinhas cantando juntos lado a lado.
– CARALHO! ESSE SHOW PODE MUDAR TUDO!

Silêncio mortal.

Pegamos a sinaleira mais demorada de Porto Alegre, e quando estava prestes a morrer de tédio dentro daquele Celta vermelho, Nelson do Cavaquinho aparece para me salvar, começo a cantarolar:

– O Sol há de brilhar mais uma vez, a luz há de voltar aos corações…

Começo a ouvir algumas batidas estranhas, quando olho pro taxista mais inadequado para a profissão de todos os tempos, tentando batucar com os dedos no volante.
Fico estarrecido em saber que aquele robô que guiava o veículo conseguia ter algum tipo de sentimento, principalmente pelo samba, continuei a música, a sinaleira abriu.

Silêncio mortal.

O carro estaciona.

– São dezessete reais – fala o taxista andróide tocador de pandeiro.

Descemos do táxi, vejo a procissão que se encaminha em direção ao show, vejo um céu de fim de tarde com nuvens cor de chá, um presente pra quem achou que choveria o dia todo, ouço a música começando ao longe, respiro fundo e penso:

“Esse dia pode mudar tudo”

Não mudou nada.

capa_sabenada

Em uma terra muito muito distante… Não, péra aí! Não é bem isso… Após quase um ano de planejamento e muita merda sendo falada após cada episódio, Razuchi e Luiz decidiram que todos vocês são merecedores de ouvir as merdas faladas após cada episódio. Viciados em Game of Thrones, nós dois damos nossa opinião sobre o que aconteceu no episódio début da 5ª Temporada de uma das melhores séries de todos os tempos. Esperamos que gostem, começa aqui uma série de comentários nada a ver e tudo a ver, chamado ‘Sabe Nada, João das Neves’ (quem conhece vai reconhecer…), toda semana – que tiver episódio – estaremos aqui!

Não esquece de:

Seguir no Twitter:
@FarandolaCrew
@LuizoAbreu
@RazuchiTV

Entrar no grupo:
www.facebook.com/groups/farandolacrew/

Assinar nosso feed:
http://feeds.feedburner.com/FarandolaCrew

Farandola Crew no iTunes:
https://itunes.apple.com/br/podcast/farandola-crew/id838690479

pose2-2-600x324

A terceira edição da Bienal Internacional Graffiti Fine Art chega em 17 de abril de 2015, agora no Pavilhão das Culturas Brasileiras, no Parque do Ibirapuera .

A mostra vai traçar uma trajetória que vem desde o início da cultura do graffiti, em Nova York, reunindo diversas gerações de artistas consagrados e novos talentos de alto nível técnico, segundo define o curador do projeto, Binho Ribeiro.

O projeto é feito pela produtora Mega Cultural, liderada por Renata Junqueira. Cerca de 60 artistas que se destacam na atualidade, vindos dos mais diversos cantos do mundo, exibirão seus trabalhos no evento que fica em cartaz até 19 de maio, com entrada gratuita. Além dos murais e quadros pintados com spray, estêncil e pincéis, a Bienal vai contar ainda com outros formatos, como instalações, esculturas e vídeoarte.

3ª Bienal Internacional Graffiti Fine Art
De 17 de abril a 19 de maio
Local: Pavilhão das Culturas Brasileiras, Parque do Ibirapuera.
Endereço: Rua Pedro Álvares Cabral, s/nº. São Paulo – SP.

Visitação:
Terças das 10h às 21h
Quarta a domingo das 10h às 18h
Entrada gratuita.